Série: Uma vida piedosa -Somos transformados de glória em glória.

Série: Uma vida piedosa, Somos transformados de glória em glória

Eu citei na primeira parte, que uma vida piedosa não é gerada da noite para o dia, no tema; Sal e luz para o mundo, hoje será: Somos transformados de glória em glória 2 Co. 3.18

Ao contrário do que muitos pensam, que é fácil ter uma vida piedosa, mas, não é algo tão simples assim. Carregamos o pecado dos nossos primeiros pais, “Adão e Eva”, e assim lutamos contra nossos declínios de caráter. Os cristãos genuínos, travam uma verdadeira batalha contra sua natureza pecaminosa, todos os dias.

O plano de Deus, é gerar uma vida piedosa no crente, são características, que é plantado em nós e regado pelo Espírito Santo em nosso dia a dia. Iremos ser transformados pelo amor de Deus, o texto de 2Co 3.18 afirma que somos transformados de glória em glória. Os cristãos, mostram desembaraçados das coisas desse mundo, aquilo que praticávamos com êxito, contra as leis de Deus, hoje, Somos iluminados pelo Espírito Santo quanto ao erro, simultaneamente, vamos ser levados a ter um coração quebrantado, refletindo com as nossas vidas a sua glória. E isso, está longe de demonstra uma glória temporária, os crentes refletem uma glória sempre crescente, a medida que  são transformados progressivamente à semelhança de Cristo.

Transformados: Essa é a afirmação exata das vestes dos cristãos, sendo lavadas no Sangue do Cordeiro de Deus, Apocalipse 22.14 diz: Bem-aventurados aqueles que lavam suas vestiduras no sangue do Cordeiro .... Quando lemos esse verso, dá-se um significado; que devemos deixar nossas praticas erradas guardadas em nós. Todos têm suas dificuldades de liberta-se, de alguns hábitos contrário ao Evangelho e uma vida de pureza. Não somos livres de pensar, Ah! Eu errei, depois eu peço perdão e fica tudo bem. Não é assim que funciona as coisas, temos que está disposto ao arrependimento verdadeiro, somos convocados para transformação e renovação de nossas mentes (Romanos 12.2), para nossas atitudes e ações, se submeterem a Deus e sua Palavra.

Ele completa a obra em nós: Se pedirmos humildemente, que mova as águas do pecado de nossas vidas, Ele nos escuta, de maneira poderosa, Ele renova nosso coração, fortalecendo nossas fraquezas, que nos afastava da Cruz. Somos aconselhados pela Escrituras a olharmos sempre para frente, esquecendo das coisas que ficaram para trás, e seguirmos para alvo que está adiante de nós. Só por um momento, pense e olhe para o teu passado, e veja a glória de Deus em sua vida, a pesar dos retrocessos e alguns fracassos, continuamos a insistir na esperança, porque o ministério da nova aliança no poder transformador do Espírito Santo é muito poderoso. Nós cristãos, teremos um crescimento moral e espiritual que Paulo chamou de “a crescente glória”, seremos restaurados a uma semelhança cada vez maior à imagem de Deus.

John Owen disse: O nosso amor a Deus é que nos motiva a anelar que a Sua glória seja vista. Por isso, os crentes se deleitam em fazer qualquer coisa que manifeste essa glória.

Somos motivados a mostrar a glória transformadora de Deus com testemunhos reais, toda essa piedade, reflete o amor a Deus. O que seja piedade? É amor e respeito pelas coisas espirituais, que demonstra reverência a Deus em nossa postura de vida e compaixão pelos sofrimentos alheios. O cristão tem que ter, uma vida piedosa e santa, o realce especial, à fonte dessas virtudes: “é a profunda reverência a Deus”. No texto em 1 Timóteo 3:16, fala sobre a expressão “mistério da piedade” significa o segredo que produz a piedade nas pessoas. Esse segredo, como mostram as palavras que segue no texto, não é outro senão Jesus Cristo. A encarnação de Jesus Cristo, em todos os aspectos (sobretudo sua obra salvífica), é a fonte da verdadeira piedade. Jesus é revelado em nossas vidas maravilhosamente, produzindo transformação de dentro para fora, transcendendo como uma luz na vida do convertido, que o posiciona a mudanças continua demonstrando a Glória de Deus.

Sem dúvida! Isso é maravilhoso. Saímos da condição de escravos do pecado, pelas pisaduras de Jesus fomos sarados. O pecado que nos matava, pouco a pouco, hoje; somos livres. Livres, para nos parecer com Cristo. Livres, para o Deus trino produzir em nós uma vida piedosa. Livres, para temos esperança em um futuro bem melhor. Livres, para sonhar, amar, perdoar, exerce misericórdia e pedir perdão, atributos plantados em nós, por obra de Cristo na Cruz do calvário. Coisas, que a nossa antiga natureza não permitia exercer com sinceridade e piedade.

Não existe nada feito por mim e você  para nos gloriarmos. O que temos, é a glória de Deus que nos transformam pouco a pouco, para darmos glória a Ele.
Portanto, o crescimento em graça e sabedoria que nos resulta a piedade, é constante na vida do crente, crescer doí e exige disciplina também. Por isso, requer esforço e renúncia do “eu” para seguir Jesus em direção ao Gólgota.

Que nós crentes, possamos atender ao chamado de Deus em nossas vidas, para sermos transformados a sua imagem, Cristo é o exemplo perfeito para nós de humildade e piedade.

Até o próximo capitulo de nossa série.

Por: Cristiane

Graça e paz!

Nenhum comentário

Não deixe de comentar!
Sua opinião é muito importante :D
Beijos...

Galeria de Postagens recentes