POSSO NAMORAR SUA FILHA? MAS AINDA NÃO TENHO UM EMPREGO

Tive oportunidade de participar.

POSSO NAMORAR SUA FILHA? MAS AINDA NÃO TENHO UM EMPREGO 

Tive a oportunidade de participar de um fato em que um rapaz de 23 anos se encantou por uma moça de 26. Ela já havia se formado na faculdade e trabalhava em sua área. Assim como a maioria das meninas ela almejava casar-se com um homem cristão e provedor da família, ela não teria problemas em deixar o emprego para cuidar de casa.
 Este rapaz, vou chamá-lo de Luiz, se encantou pela moça. Pois ela era estudiosa, trabalhava, era charmosa, enfim... qualidades que ele também almejava em uma esposa. Um dos problemas era que moravam em cidades diferentes. Ele chegou a se declarar, disse que tinha interesse em casar-se com ela e que pediria sua mão quão breve possível. Mas ele não tinha um emprego e não tinha interesse em fazer faculdade. Então quando ela falou comigo sobre este assunto, comecei a levantar algumas questões: Como ele iria vê-la frequentemente se moram longe e os pais não tem condições de bancar as passagens? Como fariam economia juntos para um breve casamento? Será que o pai dela aceitaria um rapaz que não tem expectativa de emprego, sendo que sua filha já trabalha? Ele seria um bom provedor do lar? Enfim, são várias questões a serem discutidas. 

A falta de emprego em si não é o problema. Na crise em que estamos, isso acontece, mas a diferença é quando um rapaz de 23 anos nunca trabalhou nem está disposto a arregaçar as mangas para estudar. Após algumas conversas, ela decidiu não levar isso adiante, pois estava certa de que o pai dela jamais aceitaria esta situação. Ela me disse que o pai perguntaria: Rapaz o que faz da vida? Pretende seguir alguma carreira? Como irá cuidar da minha filha? O rapaz não teria estas respostas e a moça, prudente, preferiu nem se expor a esta situação. 

Você deixaria sua filha estudiosa, cristã, batalhadora, noivar com um rapaz sem vontades de estudar e trabalhar, que depende 100% dos pais? É uma triste realidade, rapazes ainda imaturos, querendo pôr o coração de uma garota à prova. Antes de se declarar, para almejar um casamento, veja se está em condições para isso, a coisa certa na hora errada é coisa errada! Questione-se, coloque-se no lugar do pai dela. Se fosse com sua filha? Faça algumas perguntas básicas: Terei condições de vê-la com frequência? Quando for até a cidade dela, poderei pagar um jantar? Tenho condições de me virar sem depender 100% dos meus pais? Serei um bom provedor ao tirá-la da casa dos pais? Se as respostas forem duvidosas, não iluda o coração de uma mulher declarando-se a ela. Tenha cuidado. 

Ao dizer a uma moça que pretende casar-se com ela sem ter condição alguma para isso, não o faça! Isso envolve sentimentos profundos, sonhos e metas de vida. Essa moça foi prudente em recuar, mesmo com a insistência dele em falar com seu pai. Mas nem todas podem ter essa sabedoria, então que a sabedoria parta de você que é o homem, e espere até quando possa dizer isso ao seu sogro: “Meu caro, sou um homem falho, batalho pela vida, me esforço em meu trabalho. Poderei ver sua filha uma vez no mês por enquanto, mas durante este período de poucas visitas estarei reservando economias para que logo possamos nos casar. Prometo ao senhor que não deixarei faltar suprimentos básicos em minha casa e protegerei sua filha”. 
Se você ainda não tiver de fato condições de prometer isso (verdadeiramente) ao seu futuro sogro, não desperte os sentimentos de uma mulher. 

- Daniele Bosqueti 

2 comentários

  1. Isso é verdade! Infelizmente as coisas hoje em dia estão muito estranhas, os rapazes de hoje só querem saber de vídeo game, futebol e dormir até tarde, não pensa em ter um futuro promissor. Desejam as belas mulheres e as mais prendadas e virtuosas de todas, mas não faz por merecer. Sou casada e usei os mesmos critérios que essa moça da estória teve, e graças a Deus me sinto bem casada, com um homem estudado (estuda até hoje kkk) e trabalhador. Que isso sirva de exemplo para muitas mulheres solteiras. Cautela na hora de escolher um marido, senão só dor de cabeça no futuro ;) Bjos querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É desse jeito, os rapazes tem negligenciado sua parte, nesses requisitos. A escolha de um bom marido é impontante e como é, para o resto da vida. Obrigada por sua visita, volte sempre. Beijos! :D

      Excluir

Não deixe de comentar!
Sua opinião é muito importante :D
Beijos...

Galeria de Postagens recentes